Loading…

OBADIAS

Os peccados e o castigo de Edom: a restauração e felicidade de Israel.

Visão de Obadias: Assim diz o Senhor Jehovah a Edom: Temos ouvido a prégação do Senhor, e foi enviado entre as nações um embaixador; levantae-vos, e levantemo-nos contra ella para a guerra.

Eis que te fiz pequeno entre as nações; tu és mui desprezado.

A soberba do teu coração te enganou, como o que habita nas fendas das rochas, na sua alta morada, que diz no seu coração: Quem me derribará em terra?

Se te elevares como aguia, e pozeres o teu ninho entre as estrellas, d’ali te derribarei, diz o Senhor.

Se viessem a ti ladrões, ou roubadores de noite (como és destruido!), porventura não furtariam o que lhes bastasse? se a ti viessem os vindimadores, porventura não deixariam rabisco?

Como foram esquadrinhadas as coisas de Esaú! como foram investigados os seus esconderijos!

Todos os teus confederados te levaram para fóra até aos limites: os que gozam da tua paz te enganaram, prevaleceram contra ti; os que comem o teu pão pozeram debaixo de ti uma armadilha: não ha n’elle entendimento.

Porventura não acontecerá n’aquelle dia, diz o Senhor, que farei perecer os sabios de Edom, e o entendimento da montanha de Esaú?

E os teus valentes, ó Teman, estarão atemorisados, para que da montanha de Esaú seja cada um exterminado pela matança.

10 Por causa da violencia feita a teu irmão Jacob, cobrir-te-ha a confusão, e serás exterminado para sempre.

11 No dia em que o confrontaste, no dia em que os forasteiros levavam captivo o seu exercito, e os estranhos entravam pelas suas portas, e lançavam sortes sobre Jerusalem, tu eras tambem como um d’elles.

12 Então tu não devias ver satisfeito o dia de teu irmão, no dia do seu desterro; nem alegrar-te sobre os filhos de Judah, no dia da sua ruina; nem alargar a tua bocca, no dia da angustia;

13 Nem entrar pela porta do meu povo, no dia da sua calamidade; nem tão pouco devias ver satisfeito o seu mal, no dia da sua calamidade; nem estender as tuas mãos contra o seu exercito, no dia da sua calamidade;

14 Nem parar nas encruzilhadas, para lhe exterminares os que escapassem: nem entregar os que lhe restassem, no dia da angustia.

15 Porque o dia do Senhor está perto, sobre todas as nações: como tu fizeste, assim se fará comtigo: a tua recompensa tornará sobre a tua cabeça.

16 Porque, como vós bebestes no monte da minha sanctidade, beberão tambem de continuo todas as nações: beberão, e engulirão, e serão como se nunca fossem.

17 Porém no monte de Sião haverá livramento; e elle será sanctidade; e os da casa de Jacob possuirão as suas herdades.

18 E a casa de Jacob será fogo, e a casa de José chamma, e a casa de Esaú palha; e se accenderão contra elles, e os consumirão; e ninguem mais restará da casa de Esaú, porque o Senhor o fallou.

19 E os do sul possuirão a montanha de Esaú, e os das planicies os philisteus: possuirão tambem os campos de Ephraim, e os campos de Samaria; e Benjamin a Gilead.

20 E os captivos d’este exercito, dos filhos de Israel, o que era dos cananeus, até Zarephath; e os captivos de Jerusalem, o que está em Sepharad, possuirão as cidades do sul.

21 E levantar-se-hão salvadores no monte Sião, para julgarem a montanha de Esaú; e o reino será do Senhor.

BSCVNT:ERC

About A Biblia Sagrada, Contendo o Velho e o Novo Testamento: Edição Revista e Corrigida

Traduzida por João Ferreira de Almeida a partir dos originais disponíveis no século XVII, a Revista e Corrigida adota uma linguagem clássica, praticamente erudita. Uma das primeiras versões da tradução original de Almeida que passaram por uma correção substancial.

Support Info

bbl1914rvscrrgd

Table of Contents